Abratel é parceira de projeto do STF para combater fake news

Nesta terça-feira (11), a Abratel participou do lançamento do Painel Multissetorial de Checagem de Informações e Combate a Notícias Falsas, no Supremo Tribunal Federal. Na ocasião, estiveram reunidos órgãos do poder judiciário, associações, representantes da sociedade civil e da imprensa brasileira. O objetivo da iniciativa é alertar a população sobre os perigos do compartilhamento de notícias falas e combater a disseminação desse mal.

O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, lembrou que as inverdades e os boatos são uma prática antiga, mas que foi potencializada com os avanços tecnológicos: “Boatos, lendas urbanas e mentiras espalhadas maliciosamente, inclusive no contexto eleitoral, sempre existiram. A novidade, portanto, deste século 21, é que o avanço tecnológico, a expansão da internet e das redes sociais ampliaram exponencialmente o poder de propagação deste tipo de conteúdo”.

Em nome de todo o setor de radiodifusão, o presidente da Abratel, Márcio Novaes, ressaltou o cenário de injustiça de disparidade no cumprimento de regras entre os veículos tradicionais e as redes sociais.

“Nós, brasileiros, temos um arcabouço de leis para proteger a sociedade desse problema: contamos com o direito de resposta, calúnia e difamação, por exemplo. Embaixo desse guarda-chuva de leis, ministro Toffoli, estamos nós, empresas de comunicação brasileiras, e seguimos rigorosamente o que as normas determinam, incluindo legislações sobre direito trabalhista e tributário. No entanto, enfrentamos um cenário injusto quando observamos redes sociais que não obedecem a legislação brasileira veicularem conteúdo, além de venderem espaço publicitário”, ponderou Novaes.

A conscientização dos prejuízos causados pelas notícias falsas é uma das bandeiras defendidas pela Abratel. No ano passado, a associação realizou um seminário para discutir os impactos sociais, políticos e econômicos das chamadas fake news.

O Painel Multissetorial de Checagem de Informações e Combate a Notícias Falsas chega como uma resposta positiva à importância deste problema e conta com o apoio da Abratel para construir o futuro da Comunicação no Brasil.

Por Paulo Pimenta
Assessoria de Comunicação da Abratel