Curitiba desliga sinal analógico; Franca e Ribeirão Preto são as próximas

Nesta quarta-feira (31), o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinou a portaria do desligamento do sinal analógico em cinco municípios brasileiros: Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Franca (SP) e Ribeirão Preto (SP). Assim, sobe para 500 o número de cidades brasileiras com acesso à TV Digital.

Kassab destacou a qualidade do entretenimento e a televisão como o grande instrumento de comunicação no Brasil. “Não tem nenhum problema essa implantação, é algo notável. Efetivamente, tem sido considerado um case de grande sucesso. O governo brasileiro está satisfeito”, afirmou.

O presidente da Abratel, Márcio Novaes, ressaltou o êxito do desligamento do sinal analógico. “Nós, até hoje, não tivemos nenhuma reclamação desligando para mais de 85 milhões de pessoas. Como radiodifusores, estamos felizes porque entregamos, gratuitamente, uma televisão de altíssima qualidade e com sinal de áudio e vídeo muito melhor agora”, concluiu.

O desligamento do sinal, a partir da meia-noite desta quarta-feira, ocorrerá na região de Curitiba.  O desligamento será escalonado nas outras áreas. Desta quarta-feira até o dia 21 de fevereiro em Franca e Ribeirão Preto, em São Paulo; até 28 de fevereiro em Florianópolis e outros seis municípios catarinenses; e até 14 de março em Porto Alegre e 106 cidades gaúchas.

Nas próximas semanas, mais de 12 milhões de brasileiros terão acesso à TV aberta apenas pelo sistema digital. Desde 2015, ações como essa ocorrem em todo o País com a finalidade de migrar o sinal de analógico para digital. Isso permitirá que a faixa dos 700 MHz seja liberada e utilizada para o 4G. Entre as vantagens da digitalização estão a maior qualidade de imagens e sons e a melhora do 4G, que passa a ocupar outra faixa com maior velocidade de conexão e melhor sinal em ambientes fechados.

Por Paulo Pimenta
Assessoria de Comunicação da Abratel