GIRED resolve polêmica dos 93% que receberão o sinal digital de TV

O Grupo de Implantação da Digitalização da TV (GIRED) chegou a um consenso sobre as condições do desligamento da TV analógica. Para o switch off ocorrer, de todos os domicílios que recebem o sinal aéreo livre, aberto e gratuito, no mínimo 93% deverão estar convertidos e aptos a receber o sinal digital de TV. Ficarão fora da contagem aquelas pessoas que só assistem à TV paga ou só por parabólicas (banda C), que são consideradas neutras no processo de desligamento do sinal analógico.

De acordo com o integrante do GIRED e engenheiro da Abratel, André Trindade, “cerca de 86% da população assiste a TV aberta todo dia e é de interesse público garantir o acesso da população a esta mídia, que é a de maior penetração no Brasil. Não se pode deixar a população desprovida deste serviço”, reforçou.

O presidente do GIRED, Rodrigo Zerbone, deixou claro que se o percentual de 93% não for atingido, o desligamento será adiado, mas que todos os responsáveis estão esforçados para cumprir o cronograma.

Por Marcela Oliveira
Assessoria de Comunicação da Abratel