Governo adia desligamento do sinal analógico em Brasília

O desligamento da TV analógica no Distrito Federal não será mais feito em um único dia como decidido anteriormente. Para não admitir um adiamento no cronograma, visto que algumas emissoras comerciais não aceitaram desligar os sinais, o Governo decidiu que o desligamento começa nesta quarta-feira, 26 de outubro e se estende até o dia 17 de novembro. O desligamento afetará um total de 25 canais da radiodifusão, 13 geradoras e 12 retransmissoras. Tanto as retransmissoras quanto as geradoras poderão dentro destes 22 dias escolherem o momento do desligamento.

A última pesquisa, concluída no dia 21 de outubro apurou 88% dos lares aptos a receber o sinal digital. A Abratel junto à TV Record estava trabalhando pela manutenção do cronograma para esta quarta-feira, 26, porque queria que Brasília funcionasse efetivamente como a cidade-piloto. Esse desligamento “escalonado” interfere na apuração da integralidade da experiência do switch off e descredibiliza não só o processo de desligamento como todo o esforço realizado pelo Gired.

As cidades goianas de Águas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás também terão as transmissões analógicas encerradas neste período. Depois do desligamento, a programação das emissoras estará disponível apenas no formato digital, que possui mais qualidade de som e de imagem.

Assessoria de Comunicação da Abratel