Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Anatel quer vender mais quatro posições orbitais brasileiras

O conselho diretor da Anatel aprovou hoje a consulta pública por 30 dias do edital de licitação de quatro posições orbitais brasileiras. Segundo o conselheiro Marcos Paolucci, as empresas que participarem da disputa poderão levar até duas posições orbitais, que serão leiloadas em quatro etapas. Os vencedores poderão escolher as faixas que o Brasil tem coordenadas junto à União Internacional de Telecomunicações (UIT).

As empresas terão até quatro anos para lançar o satélite geoestacionário e cinco anos para dar início à prestação do serviço.

As demais cláusulas do edital serão conhecidas durante a consulta pública, mas o preço mínimo só será divulgado na publicação definitiva do documento.  ( Da redação).

Fonte: Tilesíntese

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp