Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Brasil tem empate técnico entre celulares mais rápidos para 5G

Data: 22/11/2022
Veículo: Tele.Síntese

País apresenta experiência de uso do 5G superior à de outros nove países, entre os quais, China, Japão, Reino Unido e Estados Unidos.

A Ookla, consultoria dona do site Speedtest, elaborou uma análise dos smartphones que navegam mais rápido nas redes 5G brasileiras, e constatou um empate técnico. Segundo a empresa, no Brasil, nenhum fabricante dos cinco celulares 5G mais velozes ficou com vantagem estatisticamente significativa à frente dos demais no ranking, embora, a mediana das velocidades tenha variado entre 336 Mbps até 358 Mbps.

Os dados se referem a medições realizadas ao longo do terceiro trimestre. Apontam que o aparelho Motorola Moto G 5G Plus apresentou mediana mais elevada, em  358 Mbps. Em seguida, veio o Xiaomi Poco X4 Pro 5G, com 355 Mbps. A lista ainda tem os três modelos de iPhone 13 à venda.

Vale lembrar que duas linhas de aparelhos recém lançados, a do Samsung Galaxy Z Fold 4 e a do iPhone 14 foram alvo de relatório à parte da Ookla, e registraram velocidades muito superiores à do ranking do terceiro trimestre no Brasil.

O Z Fold 4 teve mediada 483 Mpbs. Já o iPhone 14 Pro Max registrou 493 Mbps nas redes locais. Se integrassem o relatório trimestral, portanto, teriam a liderança isolada em velocidades de donwload.

NO MUNDO

O relatório da Ookla chama a atenção por outro fato: coloca o Brasil no topo da velocidade do 5G quando comparado com resultados da China, da Alemanha, do Japão, das Filipinas, da África do Sul, da Tailândia, do Reino Unido, dos Estados Unidos e do Vietnã.

Embora a análise não olhe para a diferença na qualidade das redes, aponta que a China tem medianas mais próximas às brasileiras. Lá, o celular mais rápido navega em cerca de 349 Mbps (ante 358 Mbps do Brasil).

Na Alemanha, a mediana encontra-se em 181 Mbps. No Japão, em 224 Mbps. Nas Filipinas, em 193 Mbps. No Reino Unido, em 171 Mbps. E nos Estados Unidos, em 177 Mbps.

A mediana, vale lembrar, é o valor exatamente no meio do total de medições por aparelho. É diferente da média, pois esta acaba influenciada por conexões de velocidade muito baixas ou muito altas, ainda que em baixo número. Para a Ookla, a mediana aponta a de forma mais fidedigna a experiência provável dos usuários.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp