Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Netflix cria tarifa extra para quem divide conta com amigos

Data: 17/03/2022

Veículo: Poder360

Empresa testará novos recursos para banir o compartilhamento de senhas no Chile, Costa Rica e Peru

Netflix anunciou na 4ª feira (16.mar.2022) que vai passar a cobrar uma tarifa extra para quem compartilha conta com pessoas que não moram na mesma casa. Na prática, a cobrança funcionará como um “ponto adicional” de TV por assinatura.

Sempre facilitamos para as pessoas que moram juntas compartilharem sua conta Netflix, com recursos como perfis separados e transmissões simultâneas em nossos planos Standard e Premium”, escreveu a empresa de streaming em comunicado. “Embora tenham sido muito populares, eles [os recursos] também criaram alguma confusão sobre quando e como a Netflix pode ser compartilhada”, completou.

Para justificar a mudança, a Netflix argumenta que o compartilhamento de contas entre famílias “impacta a capacidade da empresa de investir em novos conteúdos”.

O QUE MUDA

Segundo o comunicado, o teste das novas funcionalidades começará “nas próximas semanas” no Chile, Costa Rica e Peru. Posteriormente, a empresa avaliará se a novidade será implantada em outros mercados.

Para evitar o compartilhamento de senha, a Netflix anunciou 2 novos recursos:

  • membro extra:
    • quem assina os planos Standard (para até 2 dispositivos) ou Premium (para até 4 dispositivos) poderá adicionar até duas subcontas para pessoas que moram em casas separadas;
    • cada usuário terá uma conta com o seu próprio perfil, recomendações personalizadas, login e senha.
    • o preço desse serviço será inferior ao da contratação de uma nova assinatura (2.380 pesos no Chile, US$ 2,99 na Costa Rica e 7,9 sóis no Peru). Para comparação, o plano Standard custa 8.320 pesos chilenos e o Premium, 10.700 pesos chilenos;
  • transferir perfil para conta nova: a Netflix permitirá que os usuários que queiram migrar da conta de amigos para uma conta própria ou se tornar um membro extra possam transferir as informações do seu perfil. Assim, histórico, lista e recomendações serão mantidos depois da migração. Até então, quem muda de conta ou perfil perde todos esses dados.

O serviço de streaming concluiu o comunicado dizendo que trabalhará para “garantir que todos os novos recursos sejam flexíveis e úteis para os membros”, cujas assinaturas financiam os seus “excelentes programas de TV e filmes”.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Notícias

Assessoria de Imprensa

Amanda Salviano

+55 61 3212-4686
+55 61 99112-5734

imprensa@abratel.org.br