Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Digitaliza Brasil: 328 novos canais digitais para cidades do nordeste

Ministério vai estender sinal digital para todo o país até o final do próximo ano (2022)

O Ministério das Comunicações (MCom) destinou 328 canais digitais às emissoras que levam o sinal de TV para 163 cidades dos estados do Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe. Todas elas estão contempladas na fase 1.3 do Programa Digitaliza Brasil. A lista de emissoras e munícipios beneficiados estão na Portaria 4.115/2021, publicada no Diário Oficial da União desta quinta (9).

O número de canais é maior que a quantidade de cidades porque algumas vão receber, de uma só vez, vários canais digitais. É o caso, por exemplo, de Campo Alegre, em Alagoas, que contará com seis novas opções na televisão. Para os moradores, a TV Digital agrega mais qualidade de som e de imagem, com opção de interatividade e mobilidade, uma vez que o sinal digital também pode ser visto em aparelhos celulares.

“Com o Digitaliza Brasil, estamos promovendo não apenas a inclusão digital, mas principalmente a inclusão social. Quem não tem TV digital e não tem internet está distante das inovações tecnológicas”, aponta o ministro Fábio Faria. O estado que teve mais canais consignados na publicação de hoje foi Pernambuco: 201 canais para 74 cidades. Além deles, foram mais 52 canais para 33 municípios alagoanos, 44 canais para 36 baianos e 31 canais para 20 sergipanos.

A expectativa do Governo Federal é que a cobertura digital atinja todo o território nacional até o final do ano de 2022, beneficiando 23 milhões de pessoas. O programa foi criado em maio deste ano e abre espaço na banda de transmissão da tecnologia 5G no Brasil.

Importante

Até então, estas localidades contam apenas com o sinal analógico de televisão. Com a habilitação feita pelo Digitaliza Brasil, todas estão aptas a receber a transmissão digital. Dessa forma, assim que a infraestrutura for instalada os novos canais já estarão disponíveis para os moradores. A Portaria 4.115 também condiciona a execução do serviço à observância de prazos para a obtenção da autorização de uso de radiofrequência junto à Anatel. As emissoras precisam, ainda, solicitar o licenciamento das estações.

Os municípios irão receber infraestrutura compartilhada para transmissão em sinal digital , e assim que a TV for ativada, os novos canais já estarão disponíveis para esses moradores. As famílias que não possuírem televisões compatíveis com esta tecnologia, e estiverem no Cadastro Único do Governo, receberão kits para acessarem o sinal digital.


Assessoria de Comunicação da Abratel
Com informações do MCom

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp