Search
Search

Associações lançam manifesto pela liberdade de imprensa

Associações lançam manifesto pela liberdade de imprensa

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

Data: 19/05/2022
Veículo: Meio e Mensagem

Documento, lido no encerramento do Congresso Brasileiro sobre Democracia e Direito, defende a liberdade de imprensa como fundamento democrático

Durante o encerramento do I Congresso Brasileiro sobre Democracia e Direito, em 9 de maio, foi lançado o Manifesto em Defesa da Liberdade de Imprensa, assinado por 13 associações, sendo duas delas internacionais.

O documento defende a liberdade de imprensa como fundamental no sistema do estado de direito, destacando que ações envolvendo ameaça ou constrangimento a seu efetivo exercício vêm acontecendo em diversos pontos do País, o que “tende a se agravar com a proximidade de eleições num ambiente de grande polarização”, diz o documento.

Signatários do documento vão desde setores ligados à imprensa, como a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI), Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) e Associação Nacional de Jornais (ANJ); a órgãos do setor empresarial, como Pensamento Nacional das Bases Empresariais (PNBE), Centro Nacional de Modernização Empresarial (CENAM), Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC) e Associação Paulista Viva.

A instituição acadêmica a assinar foi a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), que sediou o evento. Assinaram também duas instituições relacionadas à liberdade de imprensa, o Instituto Palavra Aberta e o Instituto Tornavoz, e as associação latinoamericana Transparência Electoral en América Latinas e a Conferência Americana de Organismos Electorales Subnacionales por la Transparencia Electoral  (CAOESTE),

O congresso, promovido pelo PNBE e pela PUC-SP, contou com a participação por videoconferência do ministro Carlos Ayres Britto, que ressaltou que “democracia é a menina dos olhos da Constituição e que a liberdade de imprensa é a liberdade do conteúdo e que as fake news estão fora da liberdade de expressão”.

A leitura do manifesto aconteceu após fala do ministro e ficou por conta do Livio Giosa, coordenador Pensamento Nacional das Bases Empresariais (PNBE) e do Congresso. Além da leitura do manifesto, também foi citado o nome de cada entidade que assinou o documento.

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
TÓPICOS:
Mais Lidas
Tribunais e Ministérios Públicos de Contas manifestam apoio à aprovação do PL das Fake News
STF adia para junho julgamento das ações sobre regulação de big techs
Nova diretoria da AESP foi eleita por aclamação
Rádio se mantém forte como meio de mídia, aponta pesquisa
The New York Times vai receber US$ 100 milhões do Google durante três anos
Informe Abratel

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas