Search
Search

Petrobras quer 5G em 29 plataformas de produção e avalia satélites LEO

Petrobras quer 5G em 29 plataformas de produção e avalia satélites LEO

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

Data: 24/8/2022
Veículo: Teletime

Petrobras tem planos de conectar 29 plataformas de produção próprias com conectividade 5G até o ano de 2024, além de equipar 17 unidades em terra com o serviço.

O projeto é tido como a evolução da implementação (em andamento) de redes privativas no padrão LTE 4G pela estatal. Nas unidades em terra, o novo serviço 5G deverá abranger refinarias, unidades de tratamento de gás (UTGs), termelétricas, portos, armazéns, ambientes corporativos e o Centro de Pesquisas e Inovação (Cenpes). Já nas plataformas offshore, a Petrobras deve atender com 5G unidades móveis como sondas, unidades de manutenção e serviço (UMS) e embarcações de apoio.

Com a maior velocidade de transmissão de dados do padrão, a empresa espera impulsionar o uso da Internet das Coisas (IoT) em operações remotas e no monitoramento em tempo real em ambientes confinados, alavancando ainda recursos como realidade aumentada, mista, drones e robôs.

Fibra óptica

Para viabilizar a chegada do serviço 5G, a Petrobras também está instalando uma rede de fibra óptica de mais de 1.600 km de extensão nas bacias de Campos e Santos, anunciou a empresa.

A rede está sendo instalada a partir da cidade de Praia Grande, no litoral do estado de São Paulo. A previsão é que as obras do trecho óptico sejam concluídas até o fim de 2023.

Satélites

Em comunicado à imprensa, a estatal também sinalizou interesse no uso da conectividade de satélites de baixa órbita (LEO) de forma complementar ao 5G. A junção representaria oportunidade de US$ 70 bilhões na indústria de óleo e gás, segundo levantamento de consultoria citado pela Petrobras. Vale lembrar que a empresa já realizou testes com LEO, como revelado na última edição do Congresso Latinoamericano de Satélites.

O tema da integração das constelações LEO às redes de satélite tradicional, assim como o papel do satélite na ampliação do 5G, serão debatidos durante a edição deste ano do Congresso Latinoamericano de Satélites, que acontece dias 1 e 2 de setembro, presencialmente, no Rio de Janeiro. Mais informações sobre a programação do evento e condições de inscrição pelo site www.satelitesbrasil.com.br

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
TÓPICOS:
Mais Lidas
Tribunais e Ministérios Públicos de Contas manifestam apoio à aprovação do PL das Fake News
STF adia para junho julgamento das ações sobre regulação de big techs
Nova diretoria da AESP foi eleita por aclamação
Rádio se mantém forte como meio de mídia, aponta pesquisa
The New York Times vai receber US$ 100 milhões do Google durante três anos
Informe Abratel

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas