Search
Search

SET reitera problema de interferência do LTE na TV digital

SET reitera problema de interferência do LTE na TV digital

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

O presidente da SET, Sociedade de Engenharia de Televisão, Olímpio Franco, afirmou que houve uma falta de planejamento para garantir espectro para que as transmissões de TV possam evoluir para o 4K ou 8K, e ainda garantir espaço para a oferta demandada de banda larga. Na abertura do Congresso da SET nesta terça, 20, em São Paulo, Franco cobrou “um bom planejamento para o momento de transição” da TV analógica para a digital. “Estamos em vias de perder espectro para operadoras de telecom”, disse o presidente da SET. Segundo ele, o novo uso do espectro implica o reestudo do plano digital. “Nosso grupo de estudos apontou as graves consequências das interferências que as transmissões de LTE causam na TV. Todos os canais remanescentes serão afetados”, disse. Olímpio Franco apontou que os receptores atuais de TV também serão perdidos. “Como comunicar (o consumidor) da necessidade de um filtro nos receptores?”, cobrou.

Luis Cláudio Costa, presidente da Abratel, associação de radiodifusores, também pediu atenção aos próximos meses. “Em menos de um ano e meio começa o apagão analógico e teremos que lidar com o leilão dos 700 MHz. Estamos preparados? Os testes da SET apresentaram os problemas. Os testes da Anatel ainda não foram levados a público”, disse.

Para João Batista Rezende, presidente da Anatel, a tensão na discussão do espectro é positiva. “É o debate que devemos fazer. Não podemos nos acovardar diante dos desafios. Precisamos sentar juntos à mesa”, disse.

25 anos

Em comemoração aos 25 anos da associação, palestrou o primeiro presidente e um dos fundadores da SET, Adilson Pontes Malta. Ele lembrou que a associação teve apenas três presidentes que não cumpriram mais que um mandato (Carlos Capelão, Fernando Bittencourt e José Munhoz) e fez um apelo para que novos engenheiros se aproximem da SET, lembrando que no próximo ano haverá eleição. Em 1988, quando foi fundada a SET, “o sinal de vídeo era um componente quase exclusivo das transmissões de radiodifusão”, lembrou. “Precisamos de alguém mais interessante que nós”, brincou o engenheiro.

A cerimônia de abertura contou ainda, pela primeira vez, com uma apresentação do presidente da NAB, principal associação de radiodifusores dos Estados Unidos, Gordon Smith.

Também participaram do evento a secretária interina de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Patrícia Ávila, representando o ministro Paulo Bernardo; o presidente da ABTA, Oscar Simões; David Brito, representando o Fórum SBTVD; Alexandre Jobim, representando a Abert; e João Monteiro Neto, representando a AESP.

Fonte: Teletime

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
TÓPICOS:
Mais Lidas
Tribunais e Ministérios Públicos de Contas manifestam apoio à aprovação do PL das Fake News
STF adia para junho julgamento das ações sobre regulação de big techs
Nova diretoria da AESP foi eleita por aclamação
Rádio se mantém forte como meio de mídia, aponta pesquisa
The New York Times vai receber US$ 100 milhões do Google durante três anos
Informe Abratel

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas