Search
Search

Streaming: necessidade de investimento, mudanças no modelo de negócio e avanço dos agregadores

Streaming: necessidade de investimento, mudanças no modelo de negócio e avanço dos agregadores

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

Data: 24/8/2022
Veículo: Tudo Rádio

Plataformas de streaming de vídeo são tema de debate, este que serve de “insight” para qualquer modelo de negócio de entrega de conteúdo digital

O foco era vídeo, mas o debate serve para qualquer modelo de negócio que envolva entregas de conteúdo digital, seja on-demand ou linear. Essa foi a percepção após o painel “Streaming: As placas tectônicas continuam se movendo”, que contou com nomes do Grupo Jovem Pan, Google e Samsung. Modelos de negócio da “sopa de letrinhas” SVOD, AVOD e FAST foram detalhados pelos palestrantes e pela moderação, em sala que também receberá uma ampla programação exclusiva sobre rádio nesta quinta-feira (25). O fato é que o consumo de vídeo online avança de forma rápida e natural entre a população brasileira.

O painel moderado por Daniela Souza (Conselheira da SET e SVP AD Digital) logo contou com a contextualização sobre consumo de vídeo no Brasil por parte de um estudo da Kantar IBOPE Media, apresentado pela CEO da empresa no Brasil, Melissa Vogel. A executiva mostrou que o maior consumo desse tipo de mídia está na “grande tela”, ou seja, em smartvs (à frente dos smartphones) e há uma intersecção entre os públicos que consomem vídeos on-line e TV linear.

Os quatro palestrantes bateram forte na tecla que quem conduz as mudanças é o consumidor. E atualmente a experiência de encontrar o maior volume de conteúdos (on-demand e linear) em um mesmo local tem avançado, potencializada pelas plataformas FAST e outros agregadores de mídia. Ou seja, as facilidades que já eram entregues por modelos tradicionais como o rádio e a televisão estão sendo embarcadas por essas novas soluções.

Outro dado importante destacado por Voguel foi sobre o entendimento do público perante a exibição de publicidade no conteúdo de vídeo. Segundo dados da Kantar IBOPE Media, os pesquisados indicavam que “fazia sentido” a entrega de publicidade para manter a gratuidade do acesso à mídia. E é nessa frente que apostam e estudam os agregadores e geradores de conteúdo, inclusive plataformas como Netflix.

É consenso entre os palestrantes que se precisa fazer investimentos em tecnologia e também na geração de conteúdo, a depender de qual ponta da cadeia uma determinada empresa pertence. E é importante entender que não há uma previsão rápida de retorno dos investimentos, já que é um mercado que está em formação e também em constante mudança. Porém, esse retorno aparece, possivelmente a partir do terceiro, quarto ou até quinto ano de operação dos investimentos.

Foi questionado aos nomes que estavam no palco se o futuro será um ambiente de agregadores de conteúdo ou a retenção de produção em plataforma própria. A resposta? Acreditam que os dois modelos vão coexistir, tendo apenas gigantes como a Disney conseguindo concentrar o seu conteúdo proprietário em um ambiente próprio.

Luis Camargo (Media & Entertainment Business Developer Lead do Google Brasil) estava como representante de uma plataforma agregadora em formatação, como o Google TV. O mesmo vale para Aline Jabbour (Diretora de Desenvolvimento de Negócios e Aquisição de Conteúdo para América Latina da Samsung), que explicou sobre a Samsung TV. Já Roberto Araújo, CEO do Grupo Jovem Pan, aparece como representante de uma geradora de conteúdo que conta com parcerias para a distribuição de sua propriedade, mas que também investe em plataformas próprias, como o PanFlix.


Registro durante o painel “Streaming: As placas tectônicas continuam se movendo” / crédito: tudoradio.com

A sala 01 e o Dia do Rádio

O “Dia do Rádio” no SET Expo 2022 será na sala 01. A informação é relevante pelo fato de ser o principal espaço do congresso, inclusive onde ocorreu a abertura oficial do evento. São esperadas mais de 360 pessoas por painel nesta quinta-feira (25), sendo o maior público já destinado ao rádio em todas as edições do SET Expo. O espaço também é o maior que a associação destinou a esse tipo de programação. As demais salas acomodam cerca de 180 pessoas.

A grade é iniciada com o “O Futuro do Rádio está nas redes?“. Moderado por Daniel Starck (tudoradio.com) e Eduardo Cappia (EMC/AESP/SET), os palestrantes Luiz Benite (Rede Massa FM), Carlos Aros (Grupo Jovem Pan) e Jean Pierre Zanetti (Grupo Bandeirantes) vão debater sobre o tema. É fato que as redes de rádio passaram por um forte processo de expansão nos últimos anos, mas como aliar isso com as práticas locais que o rádio demanda? E qual o espaço de projetos que não atuam em rede?

Logo na sequência, às 11h00, a sala 1 receberá o painel “Rádio 100+ A Mídia, O Ouvinte e o Negócio“, moderado por Marco Moretto (Hot 107 FM/AESP) e Marco Túlio (ZYD Digital/SET). Em pauta estarão temas como distribuição e atuação multiplataforma, podcasts, métricas e a evolução constante do rádio como negócio digital. Nomes como Giovana Alcantara (Kantar IBOPE Media), Rodrigo Tigre (Estravision Cisnero Interactive) e Allen Chahad (Grupo Bandeirantes) vão debater sobre o tema.

A partir das 14h00, Robson Ferri promete apresentar “A palestra mais frustrante da SET Expo 2022“. Na descrição curiosa sobre o painel, o empresário afirma que “em uma hora e meia do tempo destinado à apresentação, logo após o almoço, não conseguiu sensibilizar convidados… então irá fazer um “stand up alone”. Boa sorte aos que se aventurarem a entrar na sala 1”. Antes do fechamento sobre a grade, essa parte da programação indicava o tema “criatividade”.

Sala 2, também no Dia do Rádio (25)

Perto da hora do almoço, a programação do SET Expo foi ampliada e contará com os painéis do SET Express. Sobre rádio, na sala 2 a partir das 12h45, o moderador Ronald Almeida (O Povo/SET Nordeste) receberá as palestrantes Juliana Paiva (RadioData) e Carolina Sasse (Cadena Sistemas) para apresentações sobre atuais e novos modelos de negócio para o rádio, seja sobre conteúdo como também sobre as ferramentas utilizadas.

Também na sala 2, às 14h00, a sessão 1 do “Call for Papers” terá Ticiane Pfeiffer, superintendente da Aerp (Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná), com a palestra “Publicidade do Meio Rádio e métricas de audiência“. A programação desse painel conta com trabalhos científicos que foram submetidos ao Call for Papers promovido anualmente pela SET.

O SET Expo 2022 – Serviço

O SET Expo, considerado o maior evento voltado à área de comunicação na América Latina, será realizado entre os dias 22 e 25 de agosto em São Paulo, no Pavilhão Azul do Expo Center Norte (Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme, zona norte da capital paulista).

tudoradio.com atuará como media partner do SET Expo 2022. O portal também esteve presente como apoiador na divulgação da programação nas edições de 2017, 2018 e 2019. Já a cobertura da feira e do congresso ocorre de forma ininterrupta pela equipe do tudoradio.com desde 2009.

Já a feira de serviços contará com diversas empresas voltadas ao mercado de rádio. Entre as marcas confirmadas estão a Cadena Sistemas, Sinteck Next, Dário Produções, entre outras. Clique aqui para conferir a lista completa e a localização das marcas no pavilhão.

Cobertura tudoradio.com: Clique aqui para conferir as matérias já publicadas sobre o SET Expo 2022

Relembrando: a abertura da feira será no dia 23 (terça-feira) e o Dia do Rádio (SET Rádio) no dia 25 (quinta-feira). Para mais informações e registros de participação, acesse: https://set.org.br/events/setexpo

Informação resumida do serviço:

SET EXPO 2022
Feira: 23 a 25 de Agosto de 2022
Congresso: 22 a 25 de Agosto de 2022
Onde: Pavilhão Azul do Centro de Convenções do Expo Center Norte
Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo – SP

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
TÓPICOS:
Mais Lidas
Tribunais e Ministérios Públicos de Contas manifestam apoio à aprovação do PL das Fake News
STF adia para junho julgamento das ações sobre regulação de big techs
Nova diretoria da AESP foi eleita por aclamação
Rádio se mantém forte como meio de mídia, aponta pesquisa
The New York Times vai receber US$ 100 milhões do Google durante três anos
Informe Abratel

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas