Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Falha no Facebook custou cerca de US$ 79 milhões para os anunciantes

Data: 04/10/2021
Veículo: Propmark

O início do mês de outubro foi marcado pela pane global do Facebook, Whatsapp e Instagram, que ficaram fora do ar por cerca de seis horas nesta segunda-feira (4).

De acordo com o site de checagem de fatos Snopes, a falha interna já custa cerca de R$ 79 milhões na receita de anúncios da plataforma do do bilionário Mark Zuckerberg.

Apesar do prejuízo milionário causado pela queda, a reputação do Facebook é o que mais está pesando na conta. Atualmente, cerca de 80% da receita do Facebook e das outras redes sociais ligadas à ele vêm de pequenas e médias empresas, de acordo com o portal The Drum.

O analista principal da Forrester, empresa norte-americana de pesquisa de mercado, Renee Murphy, aponta que houve rumores de que a interrupção era um problema do Border Gateway Protocol (BGP), que é sistema que decide por qual rota os seus dados vão trafegar até chegar ao site.

“Se realmente estivéssemos enfrentando um problema dessas características, estaríamos falando de um problema muito sério e é algo que nunca deveria acontecer em uma empresa com tantos dados em seu sistema”, afirmou Murphy.

O chefe de marketing da plataforma de tecnologia de publicidade Meiaocean, Aaron Goldman, afirmou que a pane global mostra a importância das empresas em ter uma estratégia de marketing omnical, que integra todos os canais de comunicação da empresa para melhorar a experiência do consumidor. “Assim, se o Facebook estiver em baixa, por exemplo, os gastos serão transferidos para outros parceiros de mídia e voltarão quando os problemas forem resolvidos”, explicou.

“Da mesma forma que os consumidores não usam apenas com um aplicativo, as marcas também não podem usar apenas uma rede para fazer todo o marketing”, afirmou Goldman.

Apagão aconteceu devido a falha interna

Em nota oficial, o Facebook explicou a falha nas redes sociais aconteceu por conta de alterações na configuração.

Segundo a empresa, as alterações foram realizadas nos roteadores de backbone, que coordenam o tráfego de rede entre os data centers. Confira a nota na íntegra:

A todas as pessoas e empresas em todo o mundo que dependem de nós, lamentamos o transtorno causado pela interrupção de hoje em nossas plataformas. Temos trabalhado o máximo que podemos para restaurar o acesso e nossos sistemas estão funcionando novamente. A causa subjacente dessa interrupção também afetou muitas das ferramentas e sistemas internos que usamos em nossas operações diárias, complicando nossas tentativas de diagnosticar e resolver o problema rapidamente.

Nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam essa comunicação. Essa interrupção no tráfego de rede teve um efeito cascata na maneira como nossos data centers se comunicam, interrompendo nossos serviços.

Nossos serviços estão novamente online e estamos trabalhando ativamente para devolvê-los totalmente às operações regulares. Queremos deixar claro neste momento que acreditamos que a causa raiz dessa interrupção foi uma alteração de configuração com defeito. Também não temos evidências de que os dados do usuário tenham sido comprometidos como resultado desse tempo de inatividade.

Pessoas e empresas em todo o mundo confiam em nós todos os dias para se manterem conectadas. Entendemos o impacto que interrupções como essas têm na vida das pessoas e nossa responsabilidade em mantê-las informadas sobre interrupções em nossos serviços. Pedimos desculpas a todos os afetados e estamos trabalhando para entender mais sobre o que aconteceu hoje para que possamos continuar a tornar nossa infraestrutura mais resiliente.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp