Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Google começa a orientar mercado sobre mudança nos cookies

Data: 13/09/2021
Veículo: Meio&Mensagem

Desde quando o Google anunciou que seu navegador, o Chrome, não dará mais suporte aos cookies de terceiros, a indústria do marketing digital começou a refletir sobre as maneiras de atuar – e de conseguir impactar seu público-alvo – nessa nova era.

(Crédito: Reprodução)

Agora, com a proposta de auxiliar agências e anunciantes a compreenderem melhor as questões de privacidade que envolvem essa mudança e, ao mesmo, mostrar os caminhos para a construção de novas estratégias de marketing digital, o Google lança nesta segunda-feira, 13, o Guia de Privacidade para Anunciantes.

“O guia tem a ideia de simplificar os conceitos e ajudar os anunciantes e agências a darem os primeiros passos nesse novo cenário. Trata-se se uma mudança estrutural na publicidade, pois teremos de alterar a maneira como fazemos marketing digital há mais de 20 anos”, pontua Isabela Cardoso, especialista em privacidade para produtos de publicidade do Google Brasil.

A profissional explica que o material preparado pelo Google traz algumas orientações a respeito de como os anunciantes podem coletar e trabalhar os dados primários, que passam a ser ainda mais importantes após a extinção dos cookies de terceiros, e de que forma essas informações podem estruturar as estratégias de comunicação. O guia conta, ainda, com um resumo das principais regras da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

“Como os dados de terceiros irão morrer dentro do Chrome, é importante olhar a relação construída com os cientes e pensar nos dados primários que vão além dos cookies. Procuramos, no guia, dar uma noção para que as empresas entendam a importância da coleta desse tipo de dado e, sobretudo, de deixar muito claro aos clientes sobre as informações que estão sendo captadas”, destaca a especialista.

As mudanças nos cookies de terceiros acontecerão apenas no final de 2023 mas a ideia do Google, com o lançamento, é justamente se antecipar às dúvidas dos profissionais de marketing digital. “A ideia é que o guia seja um documento vivo, atualizado constantemente conforme tenhamos novidades sobre o assunto. Na verdade, é um trabalho de aprendizado que está sendo feito em conjunto, entre toda a indústria”, conclui Isabela.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp