Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Huawei expande infraestrutura de cloud na América Latina

Data: 22/9/2022
Veículo: Teletime

Huawei realizou uma expansão da infraestrutura de cloud para atender ao mercado da América Latina. Conforme anunciou a empresa no evento Huawei Cloud Latam Summit 2022, que acontece nesta quarta-feira, 21, até a quinta, 22, no Rio de Janeiro, a estratégia vem acompanhada de novas soluções em nuvem, com foco sobretudo nas possibilidades de rede de alto desempenho com menor latência e maior poder computacional mais próximo.

Estão sendo adicionadas três zonas de disponibilidade (AZs) no bloco continental: duas na Cidade do México e outra em Santiago, Chile, todos no primeiro semestre de 2023. Além disso, um novo ponto de presença (POP) deverá ser inaugurado na Colômbia ainda neste mês. Até então, a fornecedora contava com nove AZs e nove POPs na Argentina, Brasil, Chile, México e Peru. As três macrorregiões são baseadas na capital mexicana, em Santiago e em São Paulo.

Com isso, explica o presidente da Huawei Cloud para a América Latina, Fernando Liu, a companhia busca comemorar os três anos da divisão corporativa na região com o conceito de “tudo como serviço” (everything as a service). “Qual é o desafio do cloud? Simplificar a solução para o consumidor. É nossa principal ideia de design”, afirmou ele na apresentação da conferência da empresa.

Essa premissa é dividida em quatro passos de simplificação: migrar para a nuvem; desenvolvimento e implantação; analytics; e desenvolvimento de inteligência artificial. A Huawei anunciou durante o evento na capital fluminense uma série de lançamentos na América Latina para este mês e primeira metade do ano que vem, incluindo de soluções de infraestrutura Intelligent Edgecloud (IEC), switch enterprise (ESW), plataforma de distribuição de versões de desenvolvimento DevCloud e outras.

Um dos clientes das soluções da fornecedora é a Totalplay, operadora triple-play com uma rede de 104 mil km na Colômbia. Angél Carranza, diretor de infraestrutura e operações da empresa, afirma que a implantação de cloud ajuda a atender não apenas os clientes residenciais, mas também empresas em 150 cidades, como bancos e redes hoteleiras. “A Huawei nos ajudou bastante, este ano vamos renovar 168 servidores obsoletos com serviços críticos”, declara.

*O jornalista viajou ao Rio de Janeiro a convite da Huawei.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp