Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Netflix perde US$ 18 bilhões em valor de mercado

Data: 21/04/2021
Veículo: Poder 360

Alta de usuários aquém do esperado

Ações chegaram a cair 8,29%

Vale US$ 225,4 bilhões

Netflix, gigante de streaming e produtora cinematográfica, perdeu US$ 18 bilhões (ou R$ 100,25 bilhões) em valor de mercado nesta 4ª feira (21.abr.2021). A queda foi registrada depois que a empresa não alcançou a meta de 210 milhões de usuários na plataforma, como consta no balanço financeiro de 3ª feira (20.abr.2021). Eis a íntegra (353 KB).

Considerando os últimos 2 dias de negociações, a empresa perdeu US$ 20,2 bilhões.

Houve grande desaceleração na adição de novos inscritos. Foram 3,98 milhões de novos assinantes no mundo, contra 6,2 milhões esperados. Ao final do trimestre, a plataforma tinha 207,6 milhões de usuários. O número representa alta de 14% na comparação anual, mas está abaixo dos 210 milhões que a empresa projetava.

No 1º trimestre de 2020, o número de usuários aumentou em 16 milhões. No 4º trimestre de 2020, subiu 8,5 milhões. Agora, no último resultado, alcançou nem a metade do trimestre anterior. Os resultados mostram que a quantidade de pagantes da plataforma tem desacelerado.

A companhia teve lucro líquido de R$ 1,7 bilhão no 1º trimestre de 2021, o que representa um salto de 141,2% em comparação com o mesmo período de 2020.

As ações da empresa caíram 7,4% nesta 4ª feira (21.abr.2021). Chegaram a tombar 8,39% na mínima do dia, com perda de US$ 20,2 bilhões (ou R$ 112,51 bilhões) em valor de mercado. Hoje, a empresa vale US$ 225,4 bilhões.

A plataforma culpou a pandemia de covid-19 pela queda nas assinaturas. Nesse período, houve atraso de novos programas e filmes na plataforma.

“Os eventos extraordinários da covid tiveram um grande impacto no mundo, e continua a ter. E para nós, no mínimo, cria apenas algum tipo de instabilidade em algumas das tendências de negócios que vemos na Netflix”, afirmou Spencer Neumann, o chefe financeiro da empresa.

Neste documento (382 KB), a Netflix minimizou a entrada da recém plataforma Disney Plus. Citou que a televisão e o YouTube são os principais concorrentes.

A empresa aposta em aceleração do número de usuários no 1º semestre depois de novas temporadas de séries importantes, como “You“, “The Witcher” e “Sex Education“.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp