Search
Search

Comissão aprova PL que atualiza legislação da radiodifusão

Comissão aprova PL que atualiza legislação da radiodifusão

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, na terça- feira (3), uma proposta que modifica a legislação de radiodifusão.

A Abratel atuou junto a CCJ pela aprovação do projeto que atualiza e moderniza a legislação do setor. O texto agora tramita em caráter conclusivo e poderá seguir ao Senado, a menos que haja recurso para votação pelo Plenário.

Entre outros pontos, a proposta:

– acaba com a necessidade de licenciamento para funcionamento das estações de telecomunicações a cada renovação de outorga;

– estabelece que as alterações contratuais ou estatutárias em concessões de radiodifusão serão enviadas ao Poder Executivo somente se solicitadas;

– obriga as concessionárias a inserir em suas programações recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência. No caso de publicidade, a responsabilidade é do anunciante;

– permite a transferência de concessão ou permissão de uma pessoa jurídica para outra, desde que o processo de renovação esteja em andamento;

– permite que o requerimento de renovação de prazos de concessão ou permissão seja feito a qualquer momento antes do vencimento, incluindo os atuais processos intempestivos;

– estabelece que a correção monetária sobre o preço de outorga de rádio e TV incidirá somente depois da aprovação, pelo Congresso Nacional, do decreto legislativo autorizando a concessão.

O texto aprovado altera seis leis, incluindo o Código Brasileiro de Telecomunicações (CBT) e a  Lei da Radiodifusão Comunitária. A relatora, deputada Laura Carneiro (PSD/RJ), apresentou parecer favorável ao substitutivo da Comissão de Comunicação ao Projeto de Lei 2352/23, do deputado Cezinha de Madureira (PSD/SP).

Madureira afirmou que a proposta busca consolidar uma legislação necessária ao setor. “Todos esses itens já vêm sendo tratados via portaria pelo Ministério das Comunicações. E são necessários para incentivar o empresário, que gasta muito e ganha pouco, em função da chegada da internet”, defendeu.

Com informações da Agência Câmara

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
Mais Lidas
Fachada do TSE em Brasília
TSE pode requisitar tempo de rádio e TV para comunicados
radio-tv
Emissoras têm até o dia 20 para informar representante à Justiça Eleitoral
urna-eletronica-eleicoes-2024
Confira o calendário eleitoral para a radiodifusão
06
Ministério das Comunicações prorroga prazo para regularização do licenciamento de emissoras
53828889089_66f391dc1d_b
Samir Nobre, diretor-geral da Abratel, assume vaga no Conselho de Comunicação Social
Informe Abratel
Loading...
1 2 22

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas