Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Abratel e entidades de radiodifusão entregam à Anatel estudo japonês sobre a interferência da 4G

Representantes da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) e da Associação Brasileira de Radiodifusores (Abra) estiveram reunidos hoje (8) com o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Batista Rezende na sede da agência.O objetivo da reunião foi a entrega de um relatório com as conclusões de testes realizados nos últimos dois anos pelo governo japonês sobre níveis de interferência da tecnologia 4G sobre o serviço de televisão aberta no Japão.

A Abratel, bem como todo o setor de radiodifusão, tem insistido desde o primeiro semestre do ano passado na necessidade de que testes completos e criteriosos sejam realizados pela Anatel. É necessário analisar como será a convivência entre a TV Digital e a banda larga sem fio na faixa de 700 MHz.

Diante disso, as associações levaram esse novo e preocupante quadro à Anatel, reafirmando considerar imprescindível que nenhuma decisão seja tomada sobre o uso da faixa pela banda larga móvel até que testes adequados sejam feitos.

Por João Camilo

 

 

 

NOTA À IMPRENSA


O JAPÃO APRESENTA RESULTADOS DE TESTES QUE EVIDENCIAM GRAVES INTERFERÊNCIAS DA BANDA LARGA MÓVEL LTE NA TELEVISÃO DIGITAL EM ISDB –T
Em reunião do Grupo de Estudos sobre radiodifusão da União Internacional de Telecomunicações – UIT, recém finalizada em Genebra, a administração japonesa apresentou um relatório que expõe a concreta possibilidade de interrupção do serviço de televisão aberta usando a tecnologia ISDB-T e o arranjo de frequências da Ásia Pacific Telecommunity – APT1, em função de interferências causadas pela banda larga sem fio LDE na faixa de 700 MHz.

O documento “6A/235-10 April 2013: Proposed modifications to Report ITU – R BT.2247 – 1. Study on interference between ISDB-T and IMT in the 700 MHz band” apresentado pela administração japonesa à UIT (cópia anexa), que foi inclluido no Relatório da UIT-R 2247 (Field measurement and analysis of compatibility between DTTB and IMT), contém resultados de extensos e detalhados testes sobre interferências da banda larga LTE na faixa de 700MHz na televisão digital ISDB-T, com evidências de um quadro muito mais grave do que se esperava: implantar a LTE/ 4G somente levando em conta as características estabelecidas pela 3GPP2 não é suficiente para garantir a continuidade da recepção de TV na faixa de 700MHz.

Com base no quadro evidenciado pelos testes, o governo japonês foi levado a adotar um conjunto de severas e dispendiosas medidas de mitigação das interferências encontradas, a saber:

  • Desenvolvimento e instalação de filtros especiais nas estações radiobase das redes LTE
  • Adoção de uma banda de guarda mínima entre a LTE (up link) de 8 MHz e a faixa da TV; e
  • • Outras técnicas apropriadas de mitigação como a inserção de filtros especiais nos receptores de televisão e a substituição das antenas comuns por antenas de recepção de alto desempenho


1 A APT é uma organização intergovernamental da região,que atua em conjunto com os fornecedores de serviços de telecomunicações, fabricantes de equipamentos de comunicação, e organizações de pesquisa e desenvolvimento de atividades no domínio das tecnologias de comunicação, informação e inovação.Por fim, ratificamos nossa confiança no cumprimento das decisões do governo no sentido de garantir a proteção aos serviços de transmissão e retransmissão de televisão contra eventuais interferências, geradas pela banda larga móvel na faixa de 698 a 806MHz, e de permitir a manutenção da cobertura atual dos serviços de televisão no país.

A 3rd Generation Partnership Project -3GPP é constituída de seis entidades desenvoldoras de padrões de telecomunicações (ARIB, ATIS, CCSA, ETSI, TTA, TTC), conhecidos como “Parceiros Organizacionais” 

Caso ainda ocorram interferências nas recepções ISDB-T originadas por uma estação radiobase LTE, esta deverá ter sua potência reduzida (o que eventualmente requererá a instalação de outras estações radiobase para manutenção da área de cobertura)

Em palestra durante um evento da sociedade Brasileira de engenharia de Televisão – SET, por ocasião do recente congresso da NAB/EUA, um representante do governo do Japão (Ministério de Assuntos Internos e Comunicações) comentou sobre o relatório dos testes que haviam envidado a UIT, complementando o quadro com outras informações relevantes, como:

  • U$ 3 bilhões é a estimativa do governo japonês para os gastos com as soluções dos problemas das interferências causadas pela banda larga LTE/IMT na TV digital com ISDB-T. Esse valor não inclui qualquer custo de reacomodação das emissoras, sendo apenas para para solucionar os problemas das interferências.
  • Desde 2011 que os aparelhos de TV estão sendo fabricados com filtros especiais; e
  • As operações de LTE no Japão devem começar em 2015, quatro anos após o início da inserção de filtros especiais nos aparelhos de TV.


O setor de radiodifusão no Brasil, que tem insistido desde meados do ano passado na necessidade de que testes completos e criteriosos sejam realizados pela Anatel para que se conheça como será a convivência entre a TV Digital e a banda larga sem fio na faixa de 700 MHz, levou esse novo e preocupante quadro à Anatel, reafirmando considerar imprescindível a realização de testes adequados, antes que qualquer decisão seja tomada sobre o uso da faixa pela banda larga móvel.

Em função do grave quadro descortinado pelo documento do Japão, a Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão – SET contratou a Universidade Mackenzie para a realização de testes de interferência da LTE seguindo modelos e metodologias adotados pelo Japão, pelo Reino Unido e em conformidade com as recomendações da UIT.

A Anatel foi convidada a participar dos testes.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RÁDIO E TELEVISÃO – ABRATEL
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMISSORAS DE RÁDIO E TELEVISÃO – ABERT
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RADIODIFUSORES – ABRA

Fonte: Ascom Abratel
Foto: Ascom Anatel
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Notícias

Assessoria de Imprensa

Amanda Salviano

+55 61 3212-4686
+55 61 99112-5734

imprensa@abratel.org.br