Associação Brasileira de Rádio e Televisão

MCom confirma inclusão de 183 cidades no Digitaliza Brasil

A população de 183 cidades do Ceará, Paraíba, Piauí, Maranhão e Rio Grande do Norte tem agora mais motivos para comemorar: o sinal de televisão digital está bem próximo de chegar às casas. Nessa quarta (6/10), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou novos 178 termos de adesão, que confirmam a participação dos municípios no programa Digitaliza Brasil. A previsão é de que sejam entregues, entre novembro e dezembro, as estações compartilhadas para transmissão digital.

Em 2021, todas as regiões aferidas pela Kantar IBOPE Media registraram aumento no alcance do meio. A Região Sul é a que mais se destaca, com 85% das pessoas declarando ouvir rádio, seguida por Nordeste (81%) e Centro-Oeste e Sudeste (ambas com 80%).

“Os municípios que aderirem poderão receber, gratuitamente, a infraestrutura para digitalização do sinal de TV”, salienta o ministro. Faria revela que ainda existem 1.638 cidades, em todo o país, apenas com o sinal analógico de televisão. “Vamos levar a TV digital para o resto do Brasil e, até dezembro do ano que vem, nenhum município mais vai assistir TV analógica”, garante.

As prefeituras municipais que confirmaram a adesão ao programa foram convocadas nas fases 1.1 e 1.2 do Digitaliza Brasil. Das cidades, 44 são do Ceará, 43 do Maranhão, 53 da Paraíba, 16 do Piauí e 27 do Rio Grande do Norte. As cinco primeiras a oficializarem participação foram Coronel João Pessoa, Doutor Severiano, Portalegre, Rafael Fernandes e Umarizal, todas do RN.

Novas estações entregues
Após a assinatura dos termos de adesão pelo MCom, os documentos são enviados à Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a digitalização do sinal de TV e instalar nos municípios as novas estações. Finalizada essa etapa, a infraestrutura será inaugurada e estará pronta para realizar transmissão da programação digital. As estações têm capacidade para até oito canais.

Nas casas, a população com televisores compatíveis ou com kits conversores poderão desfrutar, sem qualquer custo extra, dos benefícios da TV digital: diversidade na programação e melhor qualidade de som e imagem, sem ruídos e interferências.

Por meio do Digitaliza Brasil, também serão entregues os kits conversores às famílias com baixa renda que atenderem aos requisitos definidos pelo grupo gestor da digitalização (GIRED).

Com informações do MCom

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp