Search
Search

Anatel inicia consulta pública sobre requisitos técnicos para uso de espectro

Anatel inicia consulta pública sobre requisitos técnicos para uso de espectro

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) iniciou, na quinta-feira (3), a Consulta Pública nº 39/2023, por meio da qual pretende receber contribuições da sociedade sobre a proposta de Ato de Requisitos Técnicos e Operacionais de Uso das faixas de frequências associadas aos serviços de interesse coletivo (telefonia móvel, telefonia fixa, banda larga fixa e TV por Assinatura).

O Ato consolida em um único instrumento todos os requisitos técnicos de uso das faixas de radiofrequências associadas a esses serviços. Com isso, a Agência complementa arranjos e canalizações de radiofrequências já estabelecidos no Regulamento de Condições de Uso de Radiofrequências, além de ampliar a transparência regulatória e facilitar o acesso às regras para uso do espectro pelo setor regulado.

A proposta tem como fundamento o atendimento ao modelo de gestão do espectro atualmente adotado pela Agência, que estabelece que requisitos eminentemente técnicos sejam tratados no âmbito da Superintendência de Outorga e Recursos à Prestação, por meio da edição de atos.

Contribuições e comentários da sociedade à Consulta Pública nº 39/2023 serão recebidos, por meio do sistema Participa Anatel, por 45 dias.

Com informações da Anatel

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
TÓPICOS:
Mais Lidas
5g-montagem-pixabay-pexels_1400x875_5d5ecf0e13d04-1392x870-1
5G chegará para mais 236 cidades a partir da próxima segunda (27)
bola-de-futebol (1)
TV aberta é o principal meio que torcedores usam para se informar sobre esporte
ANDRÉ DIAS ACAERT
Abratel marca presença no ACAERT Next
Abratel_Oficio-2-5
NOTA À IMPRENSA
TV Jovem RECORD
Abratel_Oficio-2-5
NOTA À IMPRENSA
RICtv
Informe Abratel
Loading...
1 2 21

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas