Search
Search

Câmara institui grupo de trabalho para debater a regulação das redes sociais

Câmara institui grupo de trabalho para debater a regulação das redes sociais

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP/AL), criou o grupo de trabalho que vai analisar o Projeto de Lei 2630/20, que pretende regulamentar as redes sociais e combater as chamadas fake news.

Lira anunciou em abril que o GT seria criado para apresentar um texto mais “maduro” para ir ao Plenário. A decisão de criar o grupo foi corroborada pelos líderes partidários.

O presidente da Casa havia dito que a discussão do projeto superou barreiras partidárias e ideológicas por ação das big techs, que não queriam debater o tema de maneira razoável. O texto chegou a ser apresentado de maneira fatiado, em vários projetos distintos, mas não conseguiu consenso na Casa.

“Não é novidade que tentamos por diversas vezes, em diversas oportunidades, com esforço de todos os líderes, do relator, da presidência da Casa, votar o projeto. Subdividimos o texto na questão dos streamings e na questão dos direitos autorais e não conseguimos um consenso. Todos os líderes avaliaram que o projeto não teria como ir ao Plenário”, disse Lira à época.

O grupo de trabalho tem prazo de 90 dias para concluir os trabalhos e é composto por 20 parlamentares:

Ana Paula Leão (PP/MG), Fausto Pinato (PP/SP), Júlio Lopes (PP/RJ), Eli Borges (PL/TO), Gustavo Gayer (PL/GO), Filipe Barros (PL/PR), Glaustin da Fokus (Podemos/GO), Maurício Marcon (Podemos/RS), Jilmar Tatto (PT/SP), Orlando Silva (PCdoB/SP), Simone Marquetto (MDB/SP),  Márcio Marinho (Republicanos/BA), Afonso Motta (PDT/RS), Delegada Katarina (PSD/SE), Aureo Ribeiro (Solidariedade/RJ), Lídice da Mata (PSB/BA), Rodrigo Valadares (União/SE), Marcel Van Hattem (Novo/RS), Pedro Aihara (PRD/MG), Erika Hilton (Psol/SP).

Com informações da Agência Senado

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
Mais Lidas
Fachada do TSE em Brasília
TSE pode requisitar tempo de rádio e TV para comunicados
radio-tv
Emissoras têm até o dia 20 para informar representante à Justiça Eleitoral
53828889089_66f391dc1d_b
Samir Nobre, diretor-geral da Abratel, assume vaga no Conselho de Comunicação Social
logo-jovem-pan
Homenagem aos 30 Anos da Jovem Pan FM
Abratel_Oficio-2-5
NOTA DE REPÚDIO
RECORD RIO
Informe Abratel
Loading...
1 2 22

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas