Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Ministério das Comunicações prevê a criação da Agência Nacional de Comunicações (Anacom)

A medida consta na minuta do projeto de lei de privatização dos Correios, apresentada pelo ministro Fabio Faria à Presidência da República

Segundo projeto, Agência Nacional de Comunicações passaria a regular também os serviços do Sistema Nacional de Serviços Postais

 

O órgão seria criado em substituição à atual Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O projeto foi apresentado junto à proposta de privatização dos Correios.

 

“O PL prevê ainda a criação da Anacom, em substituição à Anatel, que passará a regular também os serviços do Sistema Nacional de Serviços Postais, alterando a Lei nº 9.472 de 1997“, esclareceu.

Atualmente, a Anatel é uma agência reguladora responsável pelos serviços de telecomunicações, como telefonia, internet e televisão por assinatura. O órgão é vinculado ao governo federal.

 

Criação de nova agência
Junto ao projeto de lei, o Ministério das Comunicações também encaminhou a criação da Agência Nacional de Comunicações (Anacom), que acumularia as competências da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a regulação sobre os serviços do Sistema Nacional de Serviços Postais.

Dentre as diretrizes estabelecidas na propo

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link https://valor.globo.com/politica/noticia/2020/10/14/ministro-das-comunicacoes-entrega-projeto-que-acaba-com-monopolio-dos-correios.ghtml ou as ferramentas oferecidas na página.
Textos, fotos, artes e vídeos do Valor estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Valor (falecom@valor.com.br). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o Valor faz na qualidade de seu jornalismo.

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp