Search
Search

TV linear alcança quase todos os lares brasileiros, aponta Kantar

TV linear alcança quase todos os lares brasileiros, aponta Kantar

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

Produzido pela Kantar IBOPE Media, o levantamento Inside Video mostrou que em 2023, o consumo de TV linear alcançou 99,2% da população brasileira. Na média diária, 5h14min foram dedicadas a televisão linear (TVs aberta e paga). Já o consumo de vídeo em diferentes formatos alcançou 99,63% da população, sendo de 2h23min o tempo médio de consumo diário.

Segundo a Kantar, a TV linear é dona de um lugar de destaque nas casas e permanecerá por muito tempo assim, adaptando-se aos avanços tecnológicos e gerando conversas que se desdobram para outros meios.

“A fusão do digital com a permeabilidade do vídeo trouxe novos olhares e holofotes sobre as inúmeras facetas desse formato ampliando as opções de conteúdo e os caminhos para acessá-lo. Por ser fluido, podemos consumir seu conteúdo de forma linear, pela TV aberta ou paga, depois podemos ver recortes desse mesmo material em uma plataforma online e, em seguida, recebê-lo nas redes sociais. Hoje, o vídeo se impõe em todos os aspectos de nossas vidas, tornando-se cada vez mais difícil – senão impossível – ignorá-lo”, avalia Melissa Vogel, CEO da Kantar IBOPE Media no Brasil.

Além de ser multiformato, o vídeo se consolida como multiplataforma. Em outras palavras, ele é cross-media, explica a empresa de medição. No ano de 2023, 17,31% da audiência de vídeo em um dia típico ocorreu via televisão (conectada ou não) e smartphones. Inclusive, as TVs Conectadas vêm conquistando cada vez mais espaço nos lares brasileiros. De 2017 a 2023, sua penetração cresceu 23 pontos percentuais.

A representatividade das TVs Conectadas é tamanha que 43% dos CMOs já consideram investir mais no meio em 2024. “Aliás, de maneira geral, os anunciantes demonstram ter perspectivas positivas para este ano, uma vez que 68% dos executivos afirmaram que aumentarão seus investimentos em mídia”. afirma a Kantar IBOPE Media.

Dentre os formatos disponíveis, os chamados Shoppable Vídeos, que permitem aos consumidores clicarem nos itens mostrados no vídeo e serem direcionados para a página de compra, são apontados como tendência. Isso está relacionado ao fato de que 41% dos usuários de internet no Brasil prestam mais atenção aos anúncios em vídeo na web do que a outros tipos de propagandas no meio.

“Para o anunciante, frente a esse cenário de aumento de verbas, é primordial ter eficiência no planejamento de mídia. Um caminho para isso é o equilíbrio entre os investimentos feitos entre canais online e offline. Nesse sentido, os formatos são complementares e geram resultados mais assertivos – se as marcas souberem explorar as particularidades de cada um, claro”, comenta Adriana Favaro, Diretora de Desenvolvimento de Negócios da empresa de pesquisa.

 

Para conferir o estudo completo, clique aqui.

Com informações da assessoria

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
Mais Lidas
img20240313161616993
Aprovado PL da remuneração de conteúdo jornalístico
O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Paulo Pimenta, toma posse, no Salão Oeste do Palácio do Planalto
Laércio Portela é nomeado ministro interino da Secom
antena-parabolica-digial-siga-antenado-1200x900
Famílias do RS cadastradas em programas sociais poderão receber novas parabólicas digitais
53710591913_b31de87027_z
Desoneração da folha de pagamento será mantida em 2024
CARTEIRA DE TRABALHO
Nota conjunta dos setores sujeitos à tributação substitutiva da folha
Informe Abratel
Loading...
1 2 21

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas