Search
Search

Começa a valer a Classificação Indicativa para o rádio

Começa a valer a Classificação Indicativa para o rádio

Compartilhe:
There is nothing to show here!
Slider with alias none not found.

Entrou em vigor na quarta-feira (7) a classificação indicativa para programas de rádio sobre entretenimento e variedades de todo o país.

De acordo com a portaria MJSP nº 502, de 23 de novembro de 2021, não serão objeto de classificação indicativa: competições, eventos e programas esportivos; programas e propagandas eleitorais; propagandas e publicidades em geral; programas jornalísticos; e rituais, cultos, missas, procissões ou quaisquer celebrações religiosas ou liturgias. Nos casos citados as obras serão classificadas como “livres”.

Já a classificação indicativa será realizada de acordo com um conjunto de critérios temáticos relacionados a três categorias distintas: “violência”, “sexo e nudez” e “drogas”, que poderão ser classificadas nas seguintes categorias:

– não recomendado para menores de 10 (dez) anos;

– não recomendado para menores de 12 (doze) anos;

– não recomendado para menores de 14 (catorze) anos;

– não recomendado para menores de 16 (dezesseis) anos; e

– não recomendado para menores de 18 (dezoito) anos.

Para conferir todos os critérios estabelecidos pela portaria  de maneira detalhada, acesse o Guia Prático de Classificação Indicativa.

COMPARTILHE:
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
E-mail
Imprimir
TÓPICOS:
Mais Lidas
saiba-como-o-boleto-bancario-pode-ajudar-a-reduzir-a-inadimplencia
Prazo para pagar boletos do FISTEL se encerra dia 31
53586575569_1cda257507_6k-scaled
Silas Câmara é eleito presidente da Comissão de Comunicação
close-up-shot-black-condenser-microphone-front-computer-sound-engineering-studio-scaled
Boletos do FISTEL devem ser pagos até 31 de março
d2c0eb07-7905-40e6-a6c9-4082d69ba3ae
Abratel tem novo representante no Conar
DSC8077-600x400-1
Abratel marca presença no SET Sudeste
Informe Abratel

Abratel - Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Atuamos na defesa da radiodifusão no Brasil e trabalhamos para a valorização e promoção do serviço de comunicação mais democrático do país.

Notícias Relacionadas